Carolina Carneiro: sou Carolina, caçula de cinco filhos, sapeca, moleca, levada da breca. Como comunicadora social, trabalhei em várias empresas, e as palavras eram minha principal ferramenta de trabalho. Mas quando me tornei mãe, voltei a viver no mundo da música, da criação e da diversão infantil. Escrevi muitas histórias e letras de músicas. Para meu filho escrevi o poema “Carrapato e Carrapicho”, que foi musicado e gravado pelo Paulo Tatit, do Palavra Cantada. Já minha filha, por ser tão diferente do irmão, e com tantas semelhanças também, inspirou-me a criar o Bicho-pau, bicho-folha. Hoje moro em uma ilha, chamada Ilhabela, e observar as crianças é minha maior fonte de inspiração, pois elas são pura criatividade.

Mostrando um único resultado